Verruga no Anus é Hemorroida?

A verruga no anus ou verruga anal pode ser confundida com hemorroida, mas os sintomas e tratamentos são bem diferentes. Também chamado de condiloma acuminado as verrugas anais são uma forma de verruga genital .

 
verruga no anus

O que é verruga no anus?

Uma verruga no anus ou verruga anal são pequenas verrugas que podem ocorrer dentro e ao redor do ânus, também é chamada condiloma acuminado podem ser confundidas com hemorroidas. A verruga no anus é uma forma de verruga genital .

Na maioria dos casos, uma ou mais verrugas no anus não causam desconforto ou dor. No entanto, elas podem ser irritantes se crescerem muito e podem coçar ou sangrar. Sem sintomas, a maioria das pessoas nem percebe que tem uma verruga no anus. Além disso, uma verruga anal pode se espalhar para outros órgãos genitais, como o saco escrotal e vagina.

Quais são os sintomas das verrugas anais?

Verrugas anais são encontradas dentro e ao redor da área do ânus. Elas começam como pequenas saliências que não podem ser maiores que a cabeça de um alfinete.

Inicialmente, elas podem ser pequenas demais para serem notadas. Elas podem crescer e ter aparência de couve-flor , ou quando várias verrugas crescem juntas. As verrugas ter cor pêssego, amarelo, rosa ou marrom claro e podem se misturar com a cor da pele.

Verrugas anais geralmente não causam dor ou desconforto. Os sintomas das verrugas anais são raros, mas podem ocorrer prurido ou corrimento , sangramento ou secreção no ânus. Além disso, uma pessoa com verrugas anais também pode sentir que tem um nódulo (caroço) na área anal.

Você pode ter verrugas em outras partes do corpo ao mesmo tempo que você tem verrugas anais. Verrugas genitais nas mulheres podem aparecer na vulva, vagina ou colo do útero. As verrugas genitais nos homens podem se desenvolver no pênis, escroto, coxas ou virilha.

Verrugas também podem aparecer na boca ou na garganta de uma pessoa com HPV. O sexo oral com uma pessoa que tem verrugas genitais ou até mesmo um beijo em uma pessoa com verrugas na garganta também pode causar à infecção.

O que causa verruga no anus?

Verrugas genitais, incluindo verrugas anais, são causadas pelo vírus do papiloma humano (HPV) . O HPV é uma infecção sexualmente transmissível (DST) . Nos jovens, o HPV pode desaparecer sozinho e não causar sinais ou sintomas. No entanto, o vírus pode permanecer no corpo e causar verrugas genitais. Alguns tipos de HPV causam verrugas genitais e outros podem levar ao câncer, mas o tipo de HPV que causa verrugas anal e genital geralmente não causa câncer.

O HPV geralmente é transmitido de uma pessoa para outra pelo contato direto com a boca, ânus, pênis ou vagina de uma pessoa com HPV. A relação sexual não é necessária para espalhar a infecção. Pode ser transmitido por contato pele a pele. A transmissão do HPV pode ocorrer mesmo que as verrugas não sejam visíveis.

De acordo com os de centros de controle e prevenção de doenças (CDC), as verrugas genitais são mais disseminadas através do sexo anal e vaginal. O CDC também afirma que quase todos os homens e mulheres sexualmente ativos contraem o HPV em algum momento de suas vidas.

Como pega 

Você corre um risco maior de contrair e espalhar verrugas anais se:

  • Fizer sexo desprotegido (não usar preservativo )
  • Tem muitos parceiros sexuais
  • Relações sexuais anal
  • Teve relações sexuais ou contato íntimo com uma pessoa com HPV
  • É ativo sexualmente quando jovem ou adolescente
  • Tem um sistema imunológico comprometido por doença (HIV) ou medicamento

No entanto, você pode ter verrugas anais, mesmo que tenha apenas um parceiro sexual, pois os preservativos não protegem totalmente.

Como saber se tenho verruga no anus

Um médico pode diagnosticar verrugas anais com um exame visual. Alguns médicos aplicam ácido acético (vinagre) na verruga durante o exame. Isso faz com que elas fiquem brancas e se tornem mais visíveis. No entanto, isso não é necessário para diagnosticar verrugas anais.

Um exame para saber se você tem verrugas anais é um exame interno com uma ferramenta chamada anoscópio, que o médico usa para procurar verrugas dentro do canal anal. O médico também pode fazer um exame completo da sua região pélvica para procurar outras formas de verrugas genitais. Nas mulheres, pode ser feito o exame de Papanicolau .

O diagnóstico também pode ser feito com uma biópsia das verrugas. Isso pode ser usado para confirmar o diagnóstico se as verrugas não responderem ao tratamento inicial.

Tratamentos

A escolha do tipo de tratamento depende do quantidade e da localização das verrugas, da preferência do paciente e da experiência do profissional.

Medicamentos tópicos

O tratamento com um medicamento tópico pode ser indicado para verrugas muito pequenas e na área externa do ânus. Nesse caso, um medicamento prescrito pelo médico para verrugas anais deve ser usado. Os remédios para verrugas comuns vendidos sem receita não se destinam ao uso na área anal ou genital. Assim, não use nas verrugas anais.

Alguns medicamentos para tratar verrugas anais são aplicados por um médico no consultório. Outros você pode aplicar em casa. Os tratamentos geralmente duram várias semanas ou mais.

Os cremes tópicos incluem:

  • Imiquimode 
  • Podofilox 
  • Podofilina
  • Acido tricloroacético (ATC)
  • Ácido bi cloro acético (ABA)

Outras opções de tratamento

Outras opções de tratamento podem ser usadas, dependendo da gravidade e localização das verrugas anais. Esses tratamentos incluem:

  • Crioterapia . Este procedimento usa nitrogênio líquido para congelar as verrugas. Após o congelamento, as verrugas caem.
  • Eletrocautério . Neste procedimento, os médicos usam uma corrente elétrica para queimar as verrugas.
  • Tratamentos a laser . A terapia a laser utiliza energia transmitida de uma luz intensa. Essa técnica geralmente é usada apenas para casos difíceis.

Se as verrugas forem extensas, o tratamento poderá ser realizado em etapas. E, em alguns casos, pode ser necessária cirurgia.

Cirurgia

As opções cirúrgicas podem ser mais eficazes para verrugas maiores que não respondem a outros tratamentos ou para verrugas anais localizadas dentro do canal anal. O tratamento cirúrgico é normalmente realizado em no ambulatório médico. Assim você pode ir para casa no mesmo dia da cirurgia.

Durante o procedimento, o cirurgião usará uma ferramenta especial para cortar as verrugas. Você provavelmente receberá uma anestesia local. A anestesia geral ou espinhal pode ser necessária se a quantidade e a localização das verrugas anais for extenso.

Recuperação após o tratamento

Após o eletrocautério, crioterapia ou tratamento cirúrgico de verrugas anais, a maioria das pessoas se sente desconfortável por alguns dias. Para ajudar a aliviar o desconforto, o médico pode prescrever medicamentos para a dor. Sua capacidade de trabalhar ou realizar atividades normais varia de acordo com a extensão do seu tratamento.

Como evitar

O teste do HPV não é recomendado rotineiramente, mas a vacina contra o HPV está disponível. Pode ser administrado em indivíduos até os 45 anos de idade. Recomenda que os indivíduos sejam vacinados contra o HPV aos 11 ou 12 anos, para que fiquem imunes ao vírus antes de serem expostos a ele por meio de atividade sexual.

Outras maneiras de ajudar a impedir a transmissão de HPV e verrugas anais incluem:

  • Abstenção de contato sexual
    Usar métodos de barreira como preservativos ou barragens dentárias
  • Limitando seu número de parceiros sexuais

No entanto, vale lembrar que os métodos de barreira não protegem completamente do HPV, e é possível contrair o HPV apenas com um parceiro sexual único.

Conclusão:

As verrugas anais não são fatais e, na maioria dos casos, não se transformam em câncer. No entanto, o HPV pode permanecer no seu corpo, causando a recorrências das verrugas anais.

Para evitar a recorrência, marque consultas para acompanhamento com seu médico. Isto é especialmente importante nos primeiros três meses após o tratamento.

A verruga no anus podem ser desconfortáveis ​​e, em casos raros, dolorosas, mas são tratáveis e podem ser confundidas com hemorroidas. Se você acha que tem verrugas no anus, seu primeiro passo deve ser consultar o seu médico. Ele pode te examinar, confirmar o diagnóstico e recomendar o tratamento mais adequado para você.

Isenção de responsabilidade

Esse artigo é apenas para informar ao leitor, dessa forma não desejamos substituir a consulta médica. Não use ou tome medicamentos sem prescrição médica, pois pode ser perigoso para sua saúde.

Fontes:

 

Gostou desse artigo? Deixe um comentário